DISPOSITIVO AJUDA A ENFRENTAR DESNUTRIÇÃO INFANTIL NO MUNDO

A fita MUAC (Circunferência Braquial) ajudando a identificar precocemente a desnutrição infantil no mundo

NO IMAGE
Estratégia | May 7, 2021

Dispositivo simples ajuda a enfrentar os desafios da desnutrição infantil em todo o mundo

Uma solução econômica para um problema de saúde de um trilhão de dólares


A nutrição adequada é essencial para o crescimento e uma vida saudável para crianças. No entanto, milhões de crianças em todo o mundo sofrem de desnutrição, o que pode afetar seu desempenho acadêmico e profissional anos mais tarde. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), metade das crianças menores de cinco anos do país (ou 6,5 milhões de crianças nessa faixa etária) viviam em domicílios com algum grau de insegurança alimentar entre 2017 e 2018.1 Neste sentido, o combate à desnutrição requer uma abordagem multidisciplinar e abrangente, e uma ferramenta de baixo-custo pode ser parte da solução para esse desafio.

A fita de pontuação MUAC z-score (Circunferência Braquial na tradução em português) é uma solução barata feita de papel que se assemelha a uma fita métrica tradicional e traz indicadores específicos de idade codificados por cores para sinalizar o risco de desnutrição em crianças. A fita MUAC foi recentemente reconhecida pela Fast Company no Prêmio Ideias que Mudam o Mundo 2021, como um exemplo de que as melhores soluções de saúde para nossos desafios globais alcançam aqueles que mais precisam.

Por meio de uma parceria estratégica entre Abbott, Children’s Mercy Hospital, Children International e Hallmark, a ampliação do acesso global a esta ferramenta para vários países está ajudando a construir a igualdade na saúde, garantindo que mais crianças em todo o mundo sejam examinadas precocemente para evitar a desnutrição e obter acesso a intervenção nutricional e educação. “No Brasil, a fita braquial já era um instrumento utilizado no Brasil há vários anos, mas desde 2018, com a implementação desta inovação, este instrumento de diagnóstico nutricional se tornou mais simples, rápido e efetivo”, diz Patrícia Ruffo, Gerente Científico e nutricionista da Divisão Nutricional da Abbott no Brasil.

Referência:

1Artigo: 10,3 milhões de pessoas moram em domicílios com insegurança alimentar grave. IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Acessado em 04/05/2021. Disponível em https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/28903-10-3-milhoes-de-pessoas-moram-em-domicilios-com-inseguranca-alimentar-grave

*A fita MUAC é de uso por profissionais de saúde.

ARTIGO RELACIONADO
NO IMAGE
NO IMAGE

Com parcerias unimos médicos de todo o mundo a esta ferramenta simples, mas eficaz, de identificação da desnutrição, diz Patrícia Ruffo, Gerente Científico e nutricionista da Divisão Nutricional da Abbott no Brasil.