Liberdade e saúde para você

Tecnologias com a função de tratamento e diagnóstico cardíaco permitem acompanhamento remoto via aplicativo

Liberdade e saúde para você
Coração Saudável | Feb. 22, 2022

Cerca de 20 milhões de brasileiros vivem com arritmias cardíacas, problema que leva à morte súbita mais de 320 mil de pessoas por ano, segundo dados da Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (SOBRAC).  Mas, hoje, existem tecnologias que podem prevenir ou até mesmo reverter essa condição.

De acordo com o cardiologista Eduardo Saad, que, atualmente, é coordenador do setor de Arritmia Cardíaca do Hospital Pró-Cardíaco, a arritmia cardíaca é quando o coração sai da batida ou do ritmo normal, seja de forma mais lenta ou de forma mais acelerada. “Há vários subtipos de arritmias dentro dos dois tipos principais, que são as bradiarritmias, quando o coração bate mais lento do que o normal, e as taquicardias, quando o coração bate mais rapidamente do que deveria”, explica.

As arritmias podem ser ocasionadas pela idade, por hábitos da vida moderna, como estresse e privação de sono, além de fatores como alimentação, consumo de álcool, e terem origem genética, inclusive. Elas podem causar sintomas leves, como palpitações, sensação de coração acelerado e cansaço excessivo; sintomas mais graves, como desmaios, dores fortes no peito e tonturas e, até mesmo, Acidente Vascular Cerebral (AVC) e morte súbita. “A arritmia pode ser passageira e não causar nenhum tipo de risco e sintoma ao paciente. Outras formas da condição, no entanto, podem oferecer riscos muito graves, mesmo que a pessoa não sinta nada”.

 

NO IMAGE

Dispositivos conectados

É justamente por conta dos riscos apresentados e da possibilidade de atuar de forma silenciosa que as arritmias precisam ser investigadas continuamente por meio de exames. Sendo detectada a condição, é preciso entender de qual tipo ela é e qual é o melhor tratamento para combatê-la.

Hoje, médicos e pacientes podem contar com dispositivos tecnológicos e conectados para lidar com a doença. Os dispositivos Neutrino™, trazidos pela Abbott — empresa líder global de cuidados para a saúde — ao Brasil, funcionam de duas formas: sincronizando os batimentos das câmaras cardíacas, restaurando o padrão natural de batimentos e, até mesmo, exercendo a função de um desfibrilador. “Ou seja, se o paciente tiver uma arritmia muito rápida a ponto de causar perda da contração no coração, o aparelho emite um choque interno capaz de reverter o quadro, salvando a pessoa de uma arritmia súbita”, ressalta Saad.

 

NO IMAGE

Além de ser um tratamento preventivo altamente eficaz, os dispositivos são pareados com o myMerlinPulse™, aplicativo de smartphone da Abbott compatível com os sistemas iOS e Android, agilizando a comunicação entre médicos e pacientes. “Um paciente que tem qualquer dispositivo cardíaco precisa voltar ao consultório médico a cada seis meses para checar o funcionamento do aparelho e o que foi registrado nele. Mas, nesse período de tempo, muita coisa pode acontecer. Essa conectividade preenche esse período, fazendo com que os médicos saibam o que está acontecendo com os pacientes e fazendo com que os pacientes se sintam mais seguros e que tenham mais autonomia no cuidado de sua saúde”.

Liberdade e saúde para você

O aplicativo fornece acesso a dados como bateria e histórico de transmissão e, por meio da plataforma Merlin.net, os médicos podem monitorar seus pacientes remotamente de maneira contínua, permitindo a identificação de episódios assintomáticos, inclusive transmissões acionadas pelo próprio paciente, o que possibilita uma intervenção imediata, quando necessário.

 

O implante desses dispositivos é feito por meio de um procedimento minimamente invasivo muito similar ao cateterismo, levando eletrodos ao músculo do coração, em regiões pré-determinadas, através das veias. “Essa é a verdadeira medicina preventiva. Trata-se de uma solução importante para diminuir a morbidade e a mortalidade de pacientes com arritmia. É um dispositivo fundamental para evitar mortes súbitas e garantir que os pacientes vivam mais e melhor”, conclui o médico.

NO IMAGE

Já para o diagnóstico dessa condição, realizado a partir de queixas como palpitações e desmaios sem outras causas definidas, o Confirm RX™ é capaz de monitorar continuamente o ritmo cardíaco por até 2 anos. O seu procedimento de implante é ainda mais simples e conta com avançada tecnologia para que o paciente insira seus sintomas no aplicativo myMerlin™,  permitindo que o médico sincronize os sinais daquele momento e, assim, faça um diagnóstico preciso. 

Liberdade e saúde para você

Na era da conectividade, o avanço da tecnologia dos dispositivos cardíacos permite um envolvimento cada vez mais próximo entre pacientes e médicos, o que possibilita melhor resultado no tratamento da arritmia cardíaca e, consequentemente, melhoria na qualidade de vida do paciente.

Este conteúdo é de propriedade da Abbott, produzido pelo Grupo Abril e não faz parte do conteúdo jornalístico da Abril.

Confirm Rx™ - Registro ANVISA nº 10332340417

CDI Bicameral com Telemetria BLE - Registro ANVISA nº 10332340462

CDI Ressincronizador com Telemetria BLE - Registro ANVISA nº 10332340463

St. Jude Medical Brasil Ltda.

Rua Itapeva, 538 – 5° ao 8° andares – Bela Vista – São Paulo – SP – 01332-000 – Brasil

SAC: (11) 5080-5454

CUIDADO: Estes produtos devem ser usados por ou sob a orientação de um médico. Antes de usar, consulte as Instruções de Uso, dentro da embalagem do produto (quando disponível) para obter informações mais detalhadas sobre Indicações, Contraindicações, Avisos, Precauções e Eventos Adversos.

™ Indica uma marca comercial do grupo de empresas Abbott.

Foto(s) em arquivo na Abbott.

 

MAT-2117422 v1.0 | Informações aqui contidas para DISTRIBUIÇÃO apenas no Brasil.

©2022 Abbott. Todos os direitos reservados.