Dicas para prevenir a desnutrição: condição afeta um em cada dois idosos

NO IMAGE

Quando as pessoas ouvem a palavra desnutrição tendem a pensar em crianças subnutridas. No entanto, a desnutrição ou subnutrição pode afetar pessoas de todas as idades, nem sempre sendo fisicamente evidente. Na verdade, até 50% dos pacientes internados em hospitais do mundo estão desnutridos ou em risco de desnutrição¹. Um recente levantamento realizado com estudos do Brasil e do mundo mostrou que a desnutrição pode piorar o quadro clínico do paciente, bem como aumentar os dias de internação e os custos relacionados ao seu tratamento2.

Desnutrição é a falta de nutrição adequada, quando o corpo não recebe os nutrientes certos nas quantidades corretas3. “O que é necessário ter em mente é que essa condição não ocorre apenas quando o indivíduo come pouco, mas também quando ele come mal, resultando em uma dieta desequilibrada e pobre em nutrientes o que, consequentemente, terá impacto negativo na saúde”, afirma Patricia Ruffo, nutricionista e Gerente Científico da Divisão Nutricional da Abbott no Brasil.

Embora qualquer pessoa possa ficar desnutrida, certos grupos de pessoas têm um risco maior. Idosos, crianças e pessoas doentes são mais propensas à desnutrição devido à perda de apetite e a maior seletividade de alimentos. Um em cada dois idosos corre risco de desnutrição. Além disso, nos hospitais ela é muito comum, já que os pacientes enfrentam doenças, cirurgias e longas recuperações que afetam a saúde nutricional.

“A atenção com os idosos deve ser dobrada, pois esse grupo está mais propenso ao risco de quedas e infecções. Por isso, a prevenção é fundamental para evitar as complicações que a desnutrição pode causar na saúde geral”, alerta Patricia.

Os principais sinais da desnutrição incluem perda de peso não intencional, falta de apetite e adoecimento. Os sintomas podem incluir fatores como cansaço, falta de energia ou força.“Uma dica é observar roupas ou alianças mais folgadas – às vezes, esses são pequenos sinais de que alguém está perdendo peso de maneira não intencional e que pode causar desnutrição devido a alguma doença,” sugere.

Se não for tratada, a desnutrição pode trazer sérias complicações. No hospital, pacientes desnutridos têm um agravamento dos problemas de saúde, como infecções, recuperação mais lenta, maior risco de infecções em áreas de cirurgias4 e, em geral, maior risco de morte5. E o mais alarmante: metade dos pacientes que sofrem quedas em hospitais estão desnutridos6.

DICAS PARA PREVENIR A DESNUTRIÇÃO:

  • OBSERVE SEU PRATO
    Certifique-se de que está tentando fazer refeições balanceadas que incluam a ingestão correta de proteína, gordura, carboidratos e vitaminas e minerais. Idosos geralmente precisam de mais proteínas para combater a progressão natural da perda muscular causada pelo envelhecimento. Converse com seu médico, ou nutricionista sobre a sua dieta e certifique-se de estar se alimentando corretamente.
  • OBSERVE SEUS ENTES QUERIDOS
    É importante estar atento se algum deles perdeu peso de forma não intencional ou se está sem energia.
  • PRIORIZE A NUTRIÇÃO HOSPITALAR
    Se você for hospitalizado, mantenha a nutrição como prioridade e fale com os profissionais de saúde do hospital para garantir que você se mantenha bem nutrido durante sua permanência no hospital e depois da sua alta.

Referências bibliográficas:

1Correia MI,Hegazi RA,Higashiguchi T,Michel JP,Reddy BR,Tappenden KA,Uyar M,Muscaritoli M. Evidence-based recommendations for addressing malnutrition in health care: an updated strategy from the feed M.E. Global Study Group.  2014. [acesso em 03 de fevereiro de 2017]. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24997720

2Correia MITD, Waitzberg DL. The impact of malnutrition on morbidity, mortality, length of hospital stay and costs evaluated through a multivariate model analysis. Clin Nutr 2003;22(3):235-9. DOI: 10.1016/S0261-5614(02)00215-7

3MedlinePlus. Philadelphia, PA. [atualizado em 2015; acessado em 02 de fev. 2017]. Disponível em: https://medlineplus.gov/ency/article/000404.htm

4Schneider SM,Veyres P,Pivot X,Soummer AM,Jambou P,Filippi J,van Obberghen E,Hébuterne X. Malnutrition is an independent factor associated with nosocomial infections. 2004. [acesso em 03 de fevereiro de 2017]. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15230993

5Agarwal E,Ferguson M,Banks M,Batterham M,Bauer J,Capra S,Isenring E. Malnutrition and poor food intake are associated with prolonged hospital stay, frequent readmissions, and greater in-hospital mortality: results from the Nutrition Care Day Survey 2010. 2013. [acesso em 03 de fevereiro de 2017]. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23260602

6Bauer JD,Isenring E,Torma J,Horsley P,Martineau J. Nutritional status of patients who have fallen in an acute care setting. 2007. [acesso em 03 de fevereiro de 2017]. Disponível em:https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/?term=Bauer+and+falls+and+malnutrition+and+2007