Como bate o coração do brasileiro

Pesquisa da Abbott revela que 1 em cada 10 brasileiros sofre com algum tipo de doença cardiovascular.

Como bate o coração do brasileiro
Coração Saudável | Nov. 29, 2021
POR MAGALI BALLOTI

A atenção à saúde do coração é fundamental em um cenário em que as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo.¹ Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia, até agosto, mais de 260 mil pessoas morreram em função de doenças cardíacas no Brasil, no ano de 2021. ² Dados do Ministério da Saúde apontam que, por ano, cerca de 300 mil brasileiros sofrem infarto agudo do miocárdio e, em 30% dos casos, a pessoa vai a óbito. A previsão é que esse número de casos aumente até 250% no país até 2040.3

Esses números são confirmados pela pesquisa O Valor da Saúde, encomendada pela Abbott e realizada pelo Quantas Instituto de Pesquisa em maio deste ano. Entre as conclusões do estudo descobriu-se que 1 em cada 10 brasileiros sofre algum tipo de doença cardiovascular e que infarto, AVC, arritmias e insuficiência cardíaca são os problemas mais comuns para 10% dos entrevistados.

A pesquisa aponta ainda que uma em cada dez pessoas têm, pelo menos, um problema no coração. Dos 2.000 homens e mulheres ouvidos nas cinco regiões brasileiras, 208 confessaram que já sofreram infarto, AVC (Acidente Vascular Cerebral), arritmia ou insuficiência cardíaca, o que corresponde a 10% do total de entrevistados.

O problema é mais comum em pessoas acima dos 55 anos (com 13% da incidência), mas isso não quer dizer que os mais jovens não precisam ter cuidados. Onze por cento das pessoas entre 45 e 54 anos e 7% das pessoas entre 25 e 44 relataram ter tido pelo menos um dos problemas cardiovasculares citados acima.

Cuidar da saúde do coração nunca foi tão importante, mas mantê-la em um mundo pós-pandemia é ainda mais essencial. Mudar os hábitos, apostar em atividades físicas, não fumar e ter uma alimentação saudável são os primeiros passos para controle das doenças cardíacas3. Os resultados da pesquisa deixam isso de maneira evidente. Das pessoas entrevistadas que sofrem com doenças cardíacas, 69% disseram que pretendem cuidar mais da saúde para ter sono de qualidade daqui para frente. As mudanças de hábito dessa população específica também incluem desejos de fazer exercícios ao ar livre (65%), mais refeições junto com a família (65%), cuidar da saúde dos familiares (63%) e cultivar a espiritualidade (64%). “A preocupação com a saúde aumentou e muito nos últimos meses. As pessoas, principalmente aquelas que já sofrem de alguma doença crônica, parecem ter aberto os olhos para a necessidade de cuidados constantes e referem que pretendem manter os bons hábitos, adquiridos no último ano”, diz Cecília Barroso, Cardiologista e Gerente Médica da Divisão de Farmacêuticos Estabelecidos da Abbott.

Outro resultado importante apresentado na pesquisa é a vontade que pessoas com doenças cardíacas têm de viver em um mundo onde a tecnologia será parte de suas vidas integralmente. Dos entrevistados, 41% sonham com dispositivos que identifiquem predisposição, sintomas de doença e possibilitem monitoramento da saúde à distância. Para 38%, o desejo principal é ter em mãos uma tecnologia capaz de alertar quando algo não vai bem.

“Contar com uma tecnologia que ajude as pessoas a viverem mais e melhor já é uma realidade. Na Abbott, concentramos nossos esforços para oferecer sempre os melhores dispositivos e vamos seguir construindo o futuro da saúde com soluções e tecnologias inovadoras, capazes de ajudar, cada vez mais, um maior número de pessoas”, revela André Fontes, Country Manager da Divisão de Doenças Estruturais do Coração da Abbott no Brasil.

Confira a pesquisa completa, clicando aqui

Referências:

Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS). Doenças Cardiovasculares. 2021: https://www.paho.org/pt/topicos/doencas-cardiovasculares

2  Sociedade Brasileira de Cardiologia. Cardiômetro – Mortes por Doenças Cardiovasculares no Brasil. 2021: http://www.cardiometro.com.br

Ministério da Saúde. Dia Mundial do Coração: https://bvsms.saude.gov.br/use-o-coracao-para-vencer-as-doencas-cardiovasculares-29-9-dia-mundial-do-coracao/

 

*O Espaço Vida é um projeto interativo e multidisciplinar da Abbott para apresentar nossas principais inovações e tecnologias que transformam vidas, bem como promover discussões com diferentes públicos a fim de fortalecer os cuidados de saúde no Brasil. O evento foi realizado presencialmente em 2018 e 2019 e, em 2021, aconteceu de forma virtual em julho.