Quem tem tatuagem pode doar sangue? E piercing? Tire suas dúvidas aqui

NO IMAGE
Doação de sangue | Oct. 13, 2021
Atualizado por Magali Balloti

Após certos procedimentos, é necessário aguardar 12 meses para ser um doador. Em alguns casos, a doação não é permitida. Veja abaixo quais são estas situações.

Doar sangue é um ato generoso, que pode salvar vidas. Em alguns casos, entretanto, é preciso aguardar um pouco para fazer essa boa ação. Trata-se de uma espera necessária para garantir que a doação seja segura tanto para quem doa quanto para quem irá receber.

Uma dessas situações especiais é para quem tem tatuagens. Há quem acredite que pessoas tatuadas não podem ser doadoras. Não é verdade: ter uma tattoo não é um impeditivo. Entretanto, a restrição pode ser de 6 a 12 meses após estampar a pele, dependendo das condições de avaliação da segurança da realização da tatuagem. Este impedimento se deve ao risco de transmissão de agentes infecciosos relacionado a estes procedimentos. Passado esse período, o doador tatuado está apto a ir ao banco de sangue e fazer a sua parte. Importante ressaltar que sempre é preciso seguir os pré-requisitos para ser um doador de sangue.

Esse intervalo de um ano é uma medida de precaução para evitar que o material coletado apresente algum tipo de contaminação1. É claro que todo sangue doado passa por exames, mas algumas doenças, como HIV e hepatite, podem não ser detectadas nas primeiras semanas ou meses após a contaminação. Apesar de a tatuagem ser um procedimento seguro, pode ser uma porta de entrada para doenças infecciosas se não for realizado sob condições adequadas de assepsia.

Pelo mesmo motivo, o intervalo de 12 meses também se aplica a quem fez maquiagem definitiva, como pigmentação de sobrancelha. Ainda há os casos de quem colocou um piercing. Nesta situação a pessoa fica impossibilitada de doar sangue. Isso ocorre se o piercing estiver colocado numa região de mucosa oral ou genital; locais muito suscetíveis a infecções. Se o piercing for retirado, a doação será permitida após 12 meses2.

Se você está passando pelo período de restrição, mas quer colaborar com os bancos de sangue, pode encontrar outras maneiras de fazer isso. Por exemplo, oferecendo-se para acompanhar ou dar carona a um amigo doador até o local da coleta; e até divulgar campanhas pró-doação entre amigos e familiares. A causa é mais do que nobre: em geral, uma única doação de sangue pode ajudar até quatro pessoas.

Referências:

1Ministério da Saúde http://www.blog.saude.gov.br/index.php/34818-quem-fez-tatuagem-tem-que-esperar-um-ano-para-doar-sangue-quem-usa-piercing-nao-pode-fazer-doacao

2Fundação Pró-Sangue http://www.prosangue.sp.gov.br/duvidas/Default.html